/ Sinopse
/ informação adicional
/ voltar
Dias 13, 20 e 27 de Janeiro às 23h00
Dias 03, 11 e 17 de Fevereiro às 23h00
Teatro Oficina
Sexta, 13 Janeiro | 23h00
Teatro | Café Concerto
Stand´arte Comedy
A arte da Stand Up Comedy tem ori¬gens na tradição milenar dos contado¬res de histórias e em grande medida na actividade perfeccionista do actor renascentista da Commedia dell ÐArte. Face a face com o público, o comedian¬te procura sozinho o entretenimento e o riso desbragado, falando das questões mais quotidianas e directas que a todos interessam ou incomodam.

Este novo trabalho do Teatro Oficina é assim um regresso aos primórdios de um estilo que, com maior ou menor qualidade, se instalou na sociedade portuguesa mas que, ainda assim tem sabido abrir as portas de muitos teatros a espectadores arredados do encontro directo e mágico que pode ocorrer entre os actores e o público. A proposta do Teatro Oficina rejeita, contudo, a banalidade. É bem possível criar um espectáculo directo e ligeiro, divertido e descontraído, sem se ser fútil. Para isso, os actores propõem-se criar caricaturas vivas (exigindo uma adequada despersonalização), ao contrário da Stand Up Comedy que conhecemos onde o protagonista (mesmo que encarne outros seres) se assume como o próprio. A recorrência à representação de acções no tempo presente, o contar de uma história com o uso total do corpo (gesto, movimento, postura) e uma arte de improvisação que sabe coser blocos previamente preparados consoante as ocasiões são outras das marcas que distinguem esta STAND ÐARTE COMEDY, desviando-a assim de uma excessiva verbalização que tem feito do fenómeno que actual¬mente conhecemos mais um concurso de anedotas do que um espectáculo onde o actor, com o seu corpo, ganha qualidades expressivas mais adequadas e intensas a uma representação que não pode afastar-se de um impacto visual que lhe é inerente.

IMPROVISAÇÃO, COMÉDIA, MÁSCARA, PANTOMIMA, MÚSICA E... A PROMESSA
DE UMA HISTÓRIA QUE SÓ FAZ SENTIDO
SE FOR PARTILHADA!

Criação Teatro Oficina 
Interpretação Carlos Rego, Cecília Dias, Diana Sá e Emílio Gomes
Coordenação artística Nuno Pino Custódio
Espaço cénico e figurinos Teatro Oficina
Fotografia Márcia Lessa

2009 © Design Martino&JañaDesign | Programação Webprodz | Optimizado para resoluções superiores a 1280x800