/ Sinopse
/ informação adicional
/ voltar
Preços com desconto (c/d)
Cartão Municipal de Idoso e Reformados
Cartão Municipal das Pessoas com Deficiência; Cartão Jovem Municipal; Cartão Jovem, Menores de 25 anos e Estudantes; Deficientes e Acompanhante

Cartão CCVF_desconto 50%
Sábado, 12 Dezembro | 22h00
Dança | Grande Auditório
Hanare
Aldara Bizarro e Francisco Camacho
Com estreia nacional no CCVF, Hanare marca o regresso ao palco, a solo, da conceituada bailarina e coreógrafa Aldara Bizarro.

No tiro com arco japonês, Hanare é o momento do libertar da flecha. O momento do disparo não deve ser procurado, mas sim, surgir naturalmente quando for o momento certo. É desta forma que Hanare surge na carreira de Aldara Bizarro. No seu regresso ao palco, a solo. No seu convite a Francisco Camacho e a Nuno Rebelo, que marcaram a sua carreira como bailarina. Na continuidade do trabalho desenvolvido enquanto coreógrafa. Um ponto comum neste percurso: intimismo.

Direcção e Criação Aldara Bizarro e Francisco Camacho Interpretação Aldara Bizarro Música Nuno Rebelo Cenografia e Figurinos Carlota Lagido  Apoio à Criação Ainhoa Vidal e Dina Mendonça Desenho de Luz Carlos Ramos Produção Jangada de Pedra Produção Executiva Andrea Sozzi e Rita Vieira Co-Produção Centro Cultural Vila Flor, Culturgest, Teatro Aveirense e EIRA Fotografia António Rebolo Apoios Clube Nacional de Ginástica, Delta Cafés, Paulo Vieira Cabeleireiros,  Alcan Packaging Agradecimentos Federação Portuguesa de Atletismo - Luís Carlos Moreira; Alzira Lário; Leonor Carneiro A Jangada de Pedra é uma estrutura financiada pelo Ministério da Cultura/Direcção-Geral das Artes Maiores de 12

2009 © Design Martino&JañaDesign | Programação Webprodz | Optimizado para resoluções superiores a 1280x800