/ Sinopse
/ informação adicional
/ voltar
Quinta, 6 Abril | 22h00 a Sábado, 8 Abril
Teatro | Pequeno Auditório
Materna Doçura

"Ninguém sai ileso de um grande amor. Ou da falta dele. Esta é uma história sem fronteiras. E de reencontros. Os homens têm coração de mulher. Deixam-se amar em silêncio. As mulheres têm a força de homens. São elas que mais fazem avançar a acção." 

Assim enunciava a contracapa do livro que provocou esta aventura teatral.
Baseado na adaptação do romance do escritor português Possidónio Cachapa, "Materna Doçura" originou uma encenação particular, invocando um ritmo cinematográfico em estreito laço com a narrativa literária. A acção decorre num espaço de arquitectura cénica multifacetada para a criação de um edifício teatral com capacidades múltiplas de surpresa, de funcionalidade e de magia.
Durante duas horas conta-se a história dos encontros de Sacha, protagonista que está preso quando a peça começa. Um duplo do actor em palco permite viajar, dessa mesma prisão, no espaço e no tempo, num jogo de luzes, interpretações e músicas originais, de diferentes compositores convidados, que assumem um papel relevante. À volta desta personagem surgem 50 intervenientes, interpretados pelos sete actores da Companhia.

Adaptação teatral do romance de Possidónio CachapaAdaptação e encenação José Rui Martins, InterpretaçãoJosé Rosa, José Rui Martins, Miguel Fragata, Pompeu José, Raquel Costa, Ruy Malheiro, Sandra Santos, Assistência de Dramaturgia e Poemas Daniel Abrunheiro, Cenografia José Tavares, Marta Fernandes da Silva, Pompeu José, Direcção de Montagem Pompeu José, Música Original Artur Fernandes, Carlos Guerreiro, Carlos Peninha, Fran Perez, João Lóio, José Medeiros, Osório Mahaie, Rafa Xaneiro e Teresa Gentil e Jacobe Lamas, Desenho Gráfico José Tavares, Figurinos Rafaela Mapril

2009 © Design Martino&JañaDesign | Programação Webprodz | Optimizado para resoluções superiores a 1280x800