/ Sinopse
/ voltar
Horário da Exposição
Terça-feira a Sábado
10h00 às 12h30
14h00 às 19h00
Domingos e Feriados
14h00 às 19h00
Todas as idades
Quinta, 10 Dezembro a Quinta, 31 Dezembro
Exposição | Palácio Vila Flor
1884
Em 1884, Guimarães viu chegar o comboio à estação do Cavalinho e o Palácio Vila Flor acolheu a I Exposição Industrial e Comercial de Guimarães.

Deram-se passos decisivos no processo de introdução de indústrias modernas, movidas por novas fontes de energia. Em 1884, foi criada a Escola Industrial Francisco de Holanda, foi lançada a Revista de Guimarães, começou a publicar-se “O Comércio de Guimarães”. A cidade movimentava-se para levantar dois dos seus monumentos mais emblemáticos, o Pio IX e o Afonso Henriques, e via concluir-se a Basílica de S. Pedro do Toural.

Na vida dos homens, das instituições e das nações há momentos que se gravam a letras de ouro. Assim também nas cidades. O ano de 1884 é um desses momentos: um ano de viragem, o ano em que a modernidade começou a acontecer em Guimarães. A exposição “1884” lança um olhar sobre o tempo em que em Guimarães se começou a construir o futuro.
 
“A nossa exposição prende-se com uma série de empreendimentos intimamente ligados entre si sob uma disciplina comum, que tem por fim o progresso de Guimarães na esfera intelectual e económica. Para isso tem sido necessário improvisar as coisas e improvisar os homens. O povo, que dá tal documento de vitalidade, parece que pode confiar no futuro, se não perder a energia do seu braço e do seu pensamento.”Redacção da Revista de Guimarães para “A indústria Vimaranense”, folha única comemorativa da abertura da I Exposição Industrial de Guimarães (15 de Junho de 1884)
2009 © Design Martino&JañaDesign | Programação Webprodz | Optimizado para resoluções superiores a 1280x800