/ Sinopse
/ informação adicional
/ voltar
Preços com desconto (c/d)
Cartão Municipal de Idoso e Reformados
Cartão Municipal das Pessoas com Deficiência; Cartão Jovem Municipal; Cartão Jovem, Menores de 25 anos e Estudantes; Deficientes e Acompanhante

Cartão CCVF_desconto 50%
Quarta, 10 Março | 22h00 a Domingo, 14 Março | 17h00
Teatro | Pequeno Auditório
Pigmalião
de Pedro Mexia
Arte e ciência, teatro e tecnologia, unem-se para contar uma história, transformando a ficção científica de ontem no modo de representar hoje a realidade.

“Pigmalião”, de Pedro Mexia, com encenação de Marcos Barbosa, é a mais recente produção do Teatro Oficina, que se destaca pelo facto de ser apresentada em 3 dimensões, recorrendo a uma tecnologia pioneira utilizada, pela primeira vez em Portugal, numa peça de teatro. Nesta variação sobre a história de Pigmalião e Galateia, contada por Ovídio nas “Metamorfoses”, um escultor solitário e esteta constrói uma estátua da mulher perfeita, apaixona-se por ela, e vê depois a estátua transformada numa mulher real. Partindo de Ovídio, e das várias traduções portuguesas e estrangeiras, este espectáculo tridimensional faz da estátua um programa de computador e da Galateia um holograma.

Texto Pedro Mexia
Encenação Marcos Barbosa
Cenografia Ricardo Preto
Figurinos Susana Abreu
Desenho de Luz Pedro Carvalho
Som e Música Sérgio Delgado
Elenco Diana Sá e Emílio Gomes
Produção executiva Teatro Oficina
Apoio Centro de Computação Gráfica e Hypercube
Maiores de 12 

Espectáculo no âmbito da rede
 Quadrilátero
Co-financido por QREN, ON-Operação Norte e União Europeia

 

2009 © Design Martino&JañaDesign | Programação Webprodz | Optimizado para resoluções superiores a 1280x800