/ Sinopse
/ informação adicional
/ imagens
/ voltar
Preços com desconto (c/d)
Cartão Municipal de Idoso e Reformados
Cartão Municipal das Pessoas com Deficiência; Cartão Jovem Municipal; Cartão Jovem, Menores de 25 anos e Estudantes; Deficientes e Acompanhante

Cartão CCVF_desconto 50%
Sexta, 26 Novembro | 22h00
Outras atividades | Pequeno Auditório
À Deux Pas de Là-Haut
João Paulo Santos
“À Deux Pas de Là-Haut”, última criação de João Paulo Santos, da companhia “O Último Momento”, é um espectáculo que transcende os limites do circo.
Neste espectáculo, o circo (acrobacia no chão e no mastro chinês), a dança, a manipulação de objectos, a música e o vídeo fundem-se num só. O palco transforma-se num ambiente de experimentação para diversas disciplinas. João Paulo Santos, acrobata mundialmente conhecido, utiliza, nesta criação, uma técnica nova derivada do mastro chinês: o pequeno mastro. Com esta técnica, o mastro passa de estático a móvel e manipulável, o que permite que o espectáculo decorra entre a realidade e a imaginação, entre o possível e o impossível. Em “À Deux Pas de Là-Haut”, dois acrobatas partilham o palco: cada um com as suas próprias questões, forças, fraquezas e habilidades físicas. A relação quase inexistente entre os dois faz lembrar um filme de Charlie Chaplin ou Buster Keaton, mas as acções de um têm consequências no percurso do outro criando assim um encontro inevitável e iminente.
Direcção Artística João Paulo dos Santos Encenação Olivier Antoine Co-criação e Interpretação Guillaume Amaro e João Paulo dos Santos Música Marek Hunhap Desenho de Luz Nicolas Le Clézio Direcção de cena Alrik Reynaud Figurinos Fanny Mandonnet Cenografia João Paulo dos Santos Construção da Cenografia L’Usine, Tourneufeuille Produção Scènes de cirque - Flore Vitel Co-produção Cirque Théâtre d’Elbeuf, Centre des Arts du cirque de Haute Normandie; L’Hippodrome, Scène Nationale de Douai; Culturgest; L’équinoxe, Scène Nationale de Châteauroux; La Verrerie, Pole National des Arts du Cirque en région Languedoc-Roussillon Parceiros Ministère de la Culture et de la Communication com o apoio à criação para o circo da Direction Générale de la Création Artistique; apoio à produção dramática da Direction Régionale des Affaires Culturelles en Île-de-France; Culturesfrance para as residências Hors Les Murs Com o apoio de O Espaço do Tempo, Montemor-O-Novo; Acert, Tondela; Rede dos Equipamentos Culturais (QREN), Portugal (Teatro Municipal da Guarda, Teatro Viriato, Teatro Virgínia, Centro Cultural Vila Flor, Guimarães); Le Bateau feu, Scène Nationale de Dunkerque; La Cascade – Maison des arts du Cirque et du Clown, Bourg-Saint-Andéol; Scènes et Cinés ouest Provence – Théâtre de la Colonne, Miramas; Académie Fratellini, Saint-Denis; Circadour, Ju-Bellock; Service culturel de la ville de Bédarieux em acolhimento com La Verrerie d’Alès / Pôle National des arts du Cirque Région Languedoc-Roussillon Maiores de 4

Espectáculo apresentado no âmbito da Rede 5 Sentidos
Co-financiada por ON.2 - Programa Operacional da Região do Norte, Mais Centro - Programa Operacional Regional do Centro, QREN, União Europeia - Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional
2009 © Design Martino&JañaDesign | Programação Webprodz | Optimizado para resoluções superiores a 1280x800