/ Sinopse
/ informação adicional
/ imagens
/ video
/ voltar
Preços com desconto (c/d)
Cartão Municipal de Idoso, Reformados e Maiores de 65 anos
Cartão Municipal das Pessoas com Deficiência; Deficientes e Acompanhante; Cartão Jovem Municipal; Cartão Jovem, Menores de 30 anos e Estudantes

Cartão CCVF_desconto 50%
Sábado, 29 Outubro | 22h00
Teatro | Pequeno Auditório
Nothing s ever yours to keep
Sofia Dinger
“Já reparaste que as aves mantêm o seu gorjeio, sem intervenção de qualquer mestre? Teu Pai”
I
Assumir-me sob a forma de uma eterna falha parece-me uma boa opção para me apresentar ao mundo, segundo este filtro do nome próprio. Partilho o que fui capaz de fazer com o medo e a liberdade para decidir quando há estrelas por perto. O tempo silencioso das explosões e a organização do que não se controla, a epifania frustrada, um papel que reflecte luzes minúsculas. Os meus pecados são muitos e densos e parvos e cómicos, mas não chegam a ser pecados. Não acredito nisso.  
 
II
Numa tarde, ensinei o meu Pai a despedir-se de mim. Melhor, ensinei o meu Pai a cantar para se despedir de mim. Na verdade, nada me assusta mais do que a ideia de o meu Pai ter que se despedir de mim. 
Tudo o que não me lembro daquelas horas, tudo o que me escapou, tudo o que eu sei que estava lá mas ninguém mais notou, a memória e o material fixo, as contradições e as simultaneidades, a inversão dos tempos… um mergulho sobre o crescimento, sobre as partes que não podem prosseguir connosco. Nothing’s ever yours to keep. 
Cesariny fala de “uma canção para te ver chegar”. Eu proponho o contrário. 
E erro e repito num processo de eterno retorno, a cantar e a dar cabo da voz. 
Porque é assim quando se diz adeus.

Durante o mês de Outubro, cinco teatros recebem três espectáculos de criadores emergentes portugueses que marcaram a temporada nacional de 2010-2011. Com a apresentação deste ciclo, a rede de programação 5 Sentidos, que une o Centro Cultural Vila Flor (Guimarães), o Teatro Municipal da Guarda, o Teatro Maria Matos (Lisboa), o Teatro Virgínia (Torres Novas) e o Teatro Viriato (Viseu), pretende valorizar o potencial de novos criadores e promover a sua digressão pelo país. “Nothing’s Ever Yours To Keep” é a peça que fecha a primeira edição deste Tri-ciclo no Centro Cultural Vila Flor.
Criação e interpretação Sofia Dinger 
Apoio técnico Alexandre Costa
Duração 50 min. s/ intervalo
Maiores de 12 anos

Espectáculo apresentado no âmbito da Rede 5 Sentidos
Co-financiada por ON.2 - Programa Operacional da Região do Norte, Mais Centro - Programa Operacional Regional do Centro, POR LISBOA Programa Operacional Regional, QREN, União Europeia - Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional
2009 © Design Martino&JañaDesign | Programação Webprodz | Optimizado para resoluções superiores a 1280x800