/ Sinopse
/ informação adicional
/ imagens
/ voltar
LOCAL: BLACK BOX DA FÁBRICA ASA

PREÇOS COM DESCONTO (C/D)
Cartão jovem, menores de 30 anos e estudantes, Cartão jovem municipal, Cartão municipal de idoso, reformados e maiores de 65 anos, Cartão municipal das pessoas com deficiência, Deficientes e acompanhante, Sócios do CAR – Círculo de Arte e Recreio
Cartão Quadrilátero Cultural (desconto 50%)
Quinta, 13 Junho | 22h00
Teatro | Outros Locais
Devagar
de Howard Barker
“Devagar” é um percurso. Acompanhamos o trajeto interior de quatro princesas que debatem o seu destino enquanto os bárbaros se aproximam do palácio da cultura decadente...

O final das quatro princesas está próximo e o decoro requer o suicídio. Mas, para algumas delas, a possibilidade de vida é demasiado empolgante. Questionam, debatem e discordam, a partir de uma única premissa: “Temos de morrer.” O mundo de “Devagar” sobrepõe a cultura à vida individual, e como a cultura é construída sob o legado dos mortos, e isso faz com que a lealdade aos mortos seja uma maior afirmação de dignidade do que a luta pela existência. Em “Devagar” a convulsão social encontra o individualismo e a cultura para debate. Há dignidade no suicídio? Será que nos rebaixamos quando lutamos pela sobrevivência?

Autor Howard Barker Tradução Constança Carvalho Homem Encenação Rogério de Carvalho Interpretação Anabela Sousa, Carla Miranda, Maria do Céu Ribeiro, Sandra Salomé Desenho de Luz Jorge Ribeiro Cenografia Cláudia Armanda Figurinos Catarina Barros Sonoplastia Luís Aly Construção de Cenário Tudo Faço Confeção de Figurinos Ana Maria Fernandes Produção Executiva Cândida Silva Coprodução As Boas Raparigas... / TNSJ Créditos Fotográficos Paulo Pimenta Apoios Câmara Municipal do Porto, Cabeleireiro Upgrade Productions, Flores Belo, Táxi F.G. Cargo, transportes, Lda., Tintas CIN, Oval - Gabinete de Arquitetura Planeamento e Engenharia, Lda.
Maiores de 16

 

2009 © Design Martino&JañaDesign | Programação Webprodz | Optimizado para resoluções superiores a 1280x800