/ Sinopse
/ informação adicional
/ voltar
Sexta, 10 Novembro | 22h00
Música | Grande Auditório
Marc Copland Trio & Tim Hagans

Quando é preciso mostrar toda a nuance na área do jazz, há poucas pessoas mais adequadas para o fazer que o pianista Marc Copland. Este mestre da ambivalência nasceu nos Estados Unidos, em 1948, e nas últimas décadas desenvolveu um estilo muito característico que se distingue pelas suas harmonias misteriosas demoradas que acabam com nuances e tonalidades diferenciadas. A técnica de Copland é imbuída de uma deleitosa magia de som e quando toca as famosíssimas músicas standard o público tem a sensação que está a ouvir os temas passando por um prisma - com uma riqueza de refracções subtis e surpreendentes, através das quais as músicas que eram familiares parecem agora completamente novas, contudo sempre interpretadas de uma maneira discreta e nunca exagerada.
Os colaboradores musicais de Copland, excepcionalmente confiantes quando respondem aos "malabarismos" de harmonia, são: Drew Gress (contrabaixo) que parece conseguir formar uma união quase simbiótica com o pianista através dos sons, tão volumosos como versáteis, e Jochen Rueckert (bateria) que dá constantemente a prova que sabe dominar com mestria um pianíssimo altamente elástico. Não existe forma mais orgânica da bateria integrar-se com os outros instrumentos, quer quando Rueckert toca à volta dos outros com uma vibração delicada, quer quando aumenta o suspense da actuação do trio com acentos bem fortes e claros.
O estilo de Marc Copland distingue-se dos outros porque mostra simultaneamente uma sensibilidade e um radicalismo. Os temas não têm passagens triviais nem bombásticas; é mais importante servir os princípios de expressão e da integridade estética, mantendo sempre os eventos bem próximos do tema musical.

Marc Copland - Piano
Drew Gress - Contrabaixo
Tim Hagans - Trompete
Jochen Ruckert - Bateria

2009 © Design Martino&JañaDesign | Programação Webprodz | Optimizado para resoluções superiores a 1280x800