/ Sinopse
/ formulário inscrição
/ imagens
/ voltar
Terça, 28 Janeiro a Terça, 25 Março
Outras atividades | Outros Locais
Atelier Aberto CIAJG
Ateliers / Conversas / Visitas | Jovens e Adultos
O Atelier Aberto do CIAJG - Centro Internacional das Artes José de Guimarães é um espaço de convívio, aprendizagem e criação pensado para jovens estudantes ou artistas e também para os curiosos em compreender e aprofundar conceitos e práticas artísticas.
O Atelier Aberto funciona numa base regular, entre outubro e maio. As sessões são orientadas por artistas e professores que, partindo de conceitos chave do programa do CIAJG, desenvolvem ateliers, conversas e visitas nas mais variadas áreas, do desenho à escrita, da ilustração à performance. Os participantes terão oportunidade de participar na dinâmica do Centro, conhecer de perto artistas, obras e peças da coleção, espaços a que o público não tem acesso e desenvolver projetos de criação.
 
Programa janeiro a março
 
Terça, 28 janeiro, 18h30-20h30
Conversa e visita com Jarosław Fliciński
 
No culminar de uma intensa residência de três semanas, em que produziu a maioria do que podemos ver na exposição “Estrela Negra”, Jarosław Fliciński brinda-nos com um encontro único em que fará uma panorâmica sobre o seu trabalho. Este habilíssimo pintor, que constrói os seus próprios instrumentos, revela uma atenção peculiar à luz, às matérias e aos objetos, deixando-os reverberar à sua volta e traduzindo as mais inesperadas e intensas visões em material pictórico.
 
Terça, 04 e 11 fevereiro, 18h30-20h30
Sábado, 15 fevereiro, 15h00-18h00
Atelier com Arlindo Silva (desenho)
Não sou apenas um rosto, por detrás dele moro eu. 
 
O trabalho de Arlindo Silva é um dos exemplos mais interessantes do que pode ser a pintura hoje, operando como lente hipersensível sobre as aparências da realidade. Neste Atelier Aberto, o artista propõe trabalhar o rosto enquanto superfície mediadora do pensamento. Propõe que, através do desenho, seja dado rosto ao olhar — o olhar revelação de quem põe à prova a sua própria imagem e a expressão mais profunda de si mesmo.
 
Arlindo Silva vive e trabalha no Porto. Licenciou-se em Artes Plásticas na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto em 2001 e no mesmo ano foi bolseiro do programa Erasmus realizado na Academia de Belas Artes de Riga. Docente na Escola das Artes da Universidade Católica Portuguesa - Centro Regional do Porto. Destacam-se as exposições individuais Sol e Lua – Galeria Quadrado Azul (2014); Arlindo Silva no Coerência — Espaço “Uma Certa Falta de Coerência”, Porto (2010); Mãe — Galeria MCO Arte Contemporânea, Porto (2009) e, obviamente a exposição “Coração e Cinzas” patente até dia 06 de Abril,  no Palácio Vila Flor. http://arlindo-silva.blogspot.pt/
 
Terça, 18 e 25 fevereiro, 18h30-20h30
Sábado, 22 fevereiro, 15h00-18h00
Atelier com o coletivo Oficina ARARA (desenho e impressão)
Mata-borrão
 
O coletivo Oficina ARARA tem vindo a repensar e a propor, com as suas intervenções no espaço público e a energia gerada em torno de colaborações entre disciplinas e linguagens, a potência do múltiplo como forma de reativação do gesto artístico. Na intervenção pensada para o CIAJG, o coletivo privilegiou o desenho a partir da mancha de Rorscharch e da máscara, indo da média à grande escala. Será nesta continuidade processual que este Atelier Aberto será desenvolvido, procurando que o desenho tome forma a partir de fluxos de energia inconscientes e de métodos de repetição individuais e coletivos.
 
A Oficina ARARA, fundada em 2010 por um grupo de artistas, designers e um engenheiro, coletivo que se veio reconfigurando, é um estúdio de artes gráficas equipado para trabalhar em serigrafia.  É projetado como um espaço autónomo e aberto de experimentação em torno da produção de cartazes, livros e outras edições, tentando estabelecer uma relação direta, contínua e ininterrupta entre o ato de desenhar e a impressão de múltiplos. http://www.oficina-arara.org/about/
 
Quarta, 05 março, 18h30-20h30
Conversa e visita com Nuno Faria
 
O 1º ciclo expositivo de 2014 no CIAJG tem como nó estruturante a exposição “Provas de Contacto”, que reúne cerca de 50 anos da obra gráfica de José de Guimarães. Nesta conversa no Atelier Aberto, Nuno Faria aprofundará a dupla aceção que pretende dar à palavra contacto, tal como ela perpassa este ciclo expositivo e o programa do próprio CIAJG: contacto físico, imagens que se formam por contacto, pelo toque, aqui reunidas num conjunto muito alargado de técnicas de produção de imagem por transferência; e, ao mesmo tempo, o contacto que significa a busca do outro, convocando a mestiçagem como conceito central da obra de José de Guimarães, mas também reinaugurando o museu enquanto espaço para o encontro e para o espanto.
 
Terça, 11, 18 e 25 março 18h30-20h30
Atelier com Thierry Simões (desenho)
Eu, Espaço de Jogo
 
“A prática artística não seria senão, primeiramente, um jogo que se reapresenta ao mundo, movimento em que por sua vez se reapresenta o mundo.” Thierry Simões
 
Thierry Simões, há muitos anos dedicado à prática e ao ensino do desenho, propõe neste Atelier Aberto desenvolver um conjunto de enunciados agrupados sob o nome de Comoção, indo do desenho até à escrita, na última sessão. Estes enunciados podem ser óbvios e corroborar o natural, mas também descortinar perceções da ordem do pressentido, revelando uma disposição que nos acompanha ou participando do acaso.
 
Thierry Simões estudou artes visuais em França, em Portugal e no Canadá. Para além de inúmeras exposições individuais, em que se destaca a prática do desenho, a última das quais em 2013 na Fundação Carmona e Costa, tem criado inúmeros workshops de desenho e lecionado nesta área a alunos de desenho, dança e pintura. É colaborador regular do Ar.Co e do C.E.M., em Lisboa.
 
Sábado, 15 e 22 março, 15h00-18h00
Atelier com Nuno Sousa (desenho)
 
Com o desenho há muito eleito como prática central, Nuno Sousa move-se com ele debaixo do braço, ou seja, o que aqui propomos é um encontro muito pessoal com esta prática, recuperando a ideia de diário gráfico, do desenho como escrita, do desenho a cada momento, do registo pessoalíssimo que suportará posteriormente qualquer narrativa por si mesmo ou a par da palavra. As sessões decorrerão no edifício da Plataforma das Artes e nas ruas da cidade de Guimarães, onde os participantes irão ter a oportunidade (e o desafio) de contrariar a habitual rápida passagem do olhar sobre as coisas que nos rodeiam.

Nuno Sousa nasceu no Porto em 1979. Em 2004 licencia-se em Artes Plásticas – Escultura pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto (FBAUP). Em 2010 conclui o Mestrado em Ensino de Artes Visuais pela FBAUP/ FPCEUP, com o relatório de mestrado intitulado: “Fazer acontecer – Construção de um não-método de aprendizagem”. É, atualmente, doutorando em Arte e Design pela FBAUP e membro fundador da Sombra Própria Associação Cultural, associação que alberga o projecto — Clube de Desenho (clubedesenho.wordpress.com) — criado em setembro de 2010 juntamente com Carlos Pinheiro, Marco Mendes e Sofia Barreira. Foi membro fundador do coletivo Senhorio, no Porto, participando desde 2004 na produção e publicação de vários fanzines: “Barba”, “Pingue”, “Busto”, “Mister”, “Não me contes o fim – Eles Morrem Todos!”, “Formigueiro”, “Grande Prémio de Desenho”. Expõe regularmente desde 2005. Integra como compositor e intérprete os projetos musicais: Stowaways, Sr. Doutor e João Peludo e a Orquestra Sonâmbula. É desde 2009 Assistente Convidado de Desenho na Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto (FAUP) e de Projeto I e Desenho de Espaço na Licenciatura de BD/Ilustração na Escola Superior e Artística do Porto (extensão de Guimarães – ESAG), onde assume, desde 2012, o cargo de Diretor de Departamento de BD e Ilustração. Em 2012 publicou o livro “Sobrevida”, em coautoria com Carlos Pinheiro, editado pela Imprensa Canalha, Lisboa. (http://sorvedouro.wordpress.com/)
 
Local CIAJG
Público-alvo Jovens e adultos (M/ 15 anos)
Lotação limitada, sujeita a inscrição prévia
Preço (Ateliers com Arlindo Silva, Oficina ARARA, Thierry Simões e Nuno Sousa) 20,00 eur
(Conversas com Jaroslaw Flicinski e Nuno Faria) Gratuito
 
Atividades sujeitas a inscrição com pelo menos uma semana de antecedência através do preenchimento do formulário online aqui disponível. Para mais informações contactar o Serviço Educativo através do email servicoeducativo@aoficina.pt.

 

2009 © Design Martino&JañaDesign | Programação Webprodz | Optimizado para resoluções superiores a 1280x800