/ Sinopse
/ informação adicional
/ imagens
/ video
/ voltar
Preços com desconto (c/d)
Cartão Jovem Municipal, Cartão Jovem, Menores de 30 anos e Estudantes
Cartão Municipal de Idoso, Reformados e Maiores de 65 anos
Cartão Municipal das Pessoas com Deficiência; Deficientes e Acompanhante

Cartão Quadrilátero Cultural_desconto 50%
Sexta, 13 Fevereiro | 22h00 a Sexta, 13 Fevereiro | 23h59
Dança | Pequeno Auditório
bear me + Um Triste Ensaio Sobre a Beleza
GUIdance | Mara Andrade + Cristina Planas Leitão
“bear me” explora o conceito de relação: a relação entre Eu e Tu, entre Performer e Público, entre Homem e Sociedade.
Uma viagem metafórica vulnerável e exposta, criada pela sobreposição de diversas camadas, de onde emerge um corpo distorcido e incompleto. Cria-se o espaço necessário que permite ao público entrar num local íntimo e isolado do intérprete, onde são estabelecidos paralelismos entre as relações íntimas e interpessoais de uma forma ambígua, potenciando vários desdobramentos e duplos significados. O espaço “entre”, intensifica o limbo que existe entre os dois personagens, bem como a solidão e intimidade que pertencem a um terceiro corpo híbrido.

“Um Triste Ensaio Sobre a Beleza”. Tudo começou quando lhe disseram: “tens um ar triste”.
A primeira fase de pesquisa focou-se na condição trágica inerente ao absoluto e ao belo que é quase sempre efémero. Foi inevitável a hétero e auto-observação de processos individuais de marasmo, melancolia ou desaparecimento que motivou a continuação da criação. Agora, numa segunda fase, Mara Andrade está algures dentro de algo tão triste ou até trágico que surge uma proporção incrível de beleza. O desejo de ir para um lugar onde nunca se esteve. O receio de ter a solução para esta viagem. O que dá algum sossego é o vício pela expectativa.
BEAR ME
Conceito e interpretação Cristina Planas Leitão Texto e canção Cristina Planas Leitão Sonoplastia Cristina Planas Leitão & Pedro Neves Coaching e aconselhamento dramatúrgico Mala Kline no contexto do projeto de pesquisa Conquering the studio: a time for research e Vânia Rovisco no contexto do programa de residências da Companhia Instável Apoio artístico e participação na fase de pesquisa Catarina Miranda, Joana von Mayer Trindade, Mara Andrade e Marco da Silva Ferreira Desenho de luz Cristina P. Leitão em colaboração com João Teixeira e Diogo Barbedo Cenografia e figurinos Cristina Planas Leitão Produção Joana Ferreira Apoios Apoio à criação e residência da Companhia Instável no contexto de Artista Associado e programa de residências; ciclo Palcos Instáveis (Companhia Instável e Teatro do Campo Alegre); projeto de pesquisa Conquering the studio: a time for research 2014 (organizado em parceria entre Cristina Planas Leitão e o ballet contemporâneo do norte)
 
UM TRISTE ENSAIO SOBRE A BELEZA 
Direção, Texto, Coreografia, Interpretação e Figurinos Mara Andrade Assistência de direção Marco da Silva Ferreira Fotografia Marco da Silva Ferreira Desenho de luz Wilma Moutinho Sonoplastia Sérgio Martins e Rui Lima Produção Executiva Pensamento Avulso, Associação de Artes Performativas Coprodução Materiais Diversos Apoios Companhia Instável Agradecimentos Pietro Romani
 
Maiores de 12
2009 © Design Martino&JañaDesign | Programação Webprodz | Optimizado para resoluções superiores a 1280x800