/ Sinopse
/ voltar
Sábado, 10 Fevereiro | 22h00
Música
Woyzeck



Sábado, 10 de Fevereiro - 22h00
Woyzeck
Teatro Nacional São João

Teatro
Grande Auditório
Preço:
1ª Plateia - ? 10,00/? 7,50
2ª Plateia - ? 7,50/? 5,00

"Woyzeck" é o mais inacabado exemplo de "drama aberto" da dramaturgia pré-moderna. Não se saberá nunca o que seria esta peça que não chegou a sê-lo, se Georg Büchner não tivesse morrido prematuramente, de tifo, aos vinte e três anos de idade, no exílio suíço.
Fragmentário e inacabado, situado na confluência do romantismo e do realismo social, Woyzeck é acima de tudo um manifesto em forma teatral que continua, ainda hoje, a identificar as estratégias de perversão da condição humana, nas quais assenta o sistema capitalista em que vivemos. Optando por uma estratégia de denúncia, por uma escrita quase terrorista, Georg Büchner obriga-nos a reflectir sobre a miséria e a dor como cernes fundadores, mas ocultos, das sociedades ditas democráticas.
Numa série de curtas cenas, Büchner conta-nos a história de Franz Woyzeck, um pobre soldado raso de uma pequena cidade. Oprimido pelo seu Capitão e submetido a uma bizarra experimentação clínica pelo médico do exército, os nervos de Woyzeck encontram-se já num terrífico estado de tensão quando começa a suspeitar que a sua amada Maria, de quem tem um filho, mantém um caso com o Tambor-Mor. A peça traça o mapa da crescente desconfiança e cólera de Woyzeck, que, dominado pelo ciúme e pelo desespero, é levado a destruir o único ser que ama.

Ficha artística

Woyzeck (1836-37)
de GEORG BÜCHNER
Tradução JOÃO BARRENTO
Encenação NUNO CARDOSO
Cenografia F. RIBEIRO
Figurinos TERESA AZEVEDO GOMES
Música original SÉRGIO DELGADO
Desenho de luz JOSÉ ÁLVARO CORREIA
Movimento MARTA SILVA
Preparação vocal e elocução MAGNA FERREIRA
Elenco
ANTÓNIO JÚLIO Carlos, o parvo; Soldado
CÁTIA PINHEIRO Maria
DANIEL PINTO Charlatão; Estalajadeiro; Soldado
FERNANDO MOREIRA Capitão; Barbeiro; Soldado; Coro da Estalagem
NUNO CARDOSO Doutor; Estudante; Coro da Estalagem
CATARINA REQUEIJO Criança; Catarina
JOÃO MIGUEL MELO André; Segundo Artesão - Aprendiz; Coro da Estalagem
LUÍS ARAÚJO Judeu; Primeiro Artesão - Aprendiz; Segundo Artesão - Aprendiz; Soldado; Coro da Estalagem
MIGUEL ROSAS Sargento; Primeiro Artesão - Aprendiz; Coro da Estalagem
TÓNAN QUITO Franz Woyzeck
PATRÍCIA BRANDÃO Margarida; Velha; Avó; Coro da Estalagem
PAULO MOURA LOPES Tambor-mor; Coro da Estalagem
Assistente de encenação VICTOR HUGO PONTES
Produção executiva LILIANA OLIVEIRA
Direcção técnica CARLOS MIGUEL CHAVES
Direcção de cena RICARDO SILVA
Maquinaria FILIPE SILVA (chefia), JORGE SILVA
Som ANTÓNIO BICA
Luz JOÃO COELHO DE ALMEIDA
Auxiliar de camarim FÁTIMA RORIZ
Fotografia de cena JOÃO TUNA
Produção TNSJ
 


 Adicionar este evento à sua agenda do Outlook

";"1

2009 © Design Martino&JañaDesign | Programação Webprodz | Optimizado para resoluções superiores a 1280x800