/ Sinopse
/ informação adicional
/ imagens
/ video
/ voltar
Cartão Quadrilátero Cultural_desconto 50%
Sábado, 14 Março | 23h59
Música | Café Concerto
White Haus
João Vieira agarrou num baixo, em sintetizadores, uns mais vintage do que outros, num computador para comandar as programações e chegou a White Haus.
Em White Haus, João Vieira afasta-se da guitarra, sua companheira nos X-Wife, para se entregar a este novo desafio. A urgência pela criação não o deixou descansar e assim nasce este álbum sob novo pseudónimo. Depois de ter consagrado o seu nome na cena da música eletrónica quando vestia ainda o nome de DJ Kitten, João Vieira propõe agora um álbum que mostra bem uma personalidade original e fortemente vincada em que expõe, sem cedências, as várias influências que deram origem a este projeto. “Disco not Disco” e respetivos devaneios cósmicos, o Electro-Pop da BEF ou dos “Yazoo” em versão Dub, o proto-Tecno de Detroit e dos “Cybotron”, o mais ou menos ácido House dos primeiros anos de Chicago, o Prince e a geração dourada do R&B de Minneapolis e, claro, todo o pós-Punk que está na génese da sua formação resultou neste caldeirão fervilhante que emana modernidade.
João Vieira voz, synths, guitarra
Graciela voz, synths
Sarafa bateria
Simão baixo
Maiores de 12
2009 © Design Martino&JañaDesign | Programação Webprodz | Optimizado para resoluções superiores a 1280x800