/ Sinopse
/ informação adicional
/ voltar
*Os bilhetes estarão disponíveis a partir das 10h00 do dia do concerto (01 de outubro), no Palácio Vila Flor, no máximo de 2 bilhetes por pessoa.
Quinta, 1 Outubro | 22h00
Música | Grande Auditório
Orquestra do Norte
Ciclo de concertos para piano e orquestra
A Orquestra do Norte volta à música para piano e orquestra no segundo ciclo de concertos dedicados a Helena Sá e Costa, intérprete e professora com profundas ligações à cidade de Guimarães.
Neste primeiro concerto do ciclo, com a direção musical de Nuno Côrte-Real, o jovem pianista Eduardo Jordão tem como desafio uma partitura que o próprio Ludwig van Beethoven (1770-1827) tocou na estreia, em 1803, começando aí a aura desta peça. Exigindo, desde logo, todo o virtuosismo do intérprete, a fase inicial mais dramática deste concerto assume, no segundo andamento, a alternância entre instrumentos de uma melodia quase intangível, que se queria harmoniosa e celestial, para concluir, de forma triunfante, com uma massa musical impressiva da orquestra. Para a segunda parte da apresentação, a Orquestra do Norte escolheu uma sinfonia, a primeira de Johannes Brahms (1833-1897), que revela claramente a influência e a admiração que o compositor sentia por Beethoven. A peça teria demorado mais de uma década a concluir, dada a exigência e talvez até falta de confiança do autor. Este acabaria por se tornar um dos grandes compositores românticos, completando as suas peças orquestrais de maior fôlego e dramatismo, como esta obra, já numa fase de maturidade criativa. 
Eduardo Jordão piano
Nuno Côrte-Real direção
Programa
Ludwig van Beethoven Concerto para piano e orquestra nº. 3 em do menor, Op.37
Johannes Brahms Sinfonia nº.1, op.68
Maiores de 4
2009 © Design Martino&JañaDesign | Programação Webprodz | Optimizado para resoluções superiores a 1280x800