/ Sinopse
/ informação adicional
/ imagens
/ voltar
Quinta, 10 Dezembro | 22h00
Música | Grande Auditório
Orquestra do Norte
Ciclo de concertos para piano e orquestra
Neste concerto da Orquestra do Norte, a direção está a cargo do maestro José Ferreira Lobo, tendo como solista convidado um dos grandes nomes da atual cena pianística internacional, Antonio di Cristofano.
A abrir o programa deste último segmento do ciclo Guimarães 2015 – Concertos para piano e orquestra Professora Helena Sá e Costa, uma peça de Antonin Dvorák (1841-1904), compositor checo que nesta sétima sinfonia, escrita já numa fase em que a sua reputação estava firmada, mostra bem a razão pela qual mereceu a fama de ter sabido conciliar de forma única a tradição sinfónica com a riqueza das linguagens populares eslavas. A obra deixa entrever influências de nomes como Brahms entretidas com elementos da tradição da Boémia (onde o compositor nasceu e que na altura pertencia ao império austro-húngaro), nomeadamente notas de danças ciganas que libertam de toda a contensão a energia da música. Não se pode falar de piano sem escapar ao nome de Frédéric Chopin (1810-1849), esse menino precoce que rapidamente começou a ganhar fama fora da Varsóvia natal, para conquistar as capitais da música na época. Embora escrita por um Chopin ainda muito jovem, quase em formação, quando tinha 19 anos, o concerto nº 2 já ambiciona um brilho orquestral mais impressivo que produções anteriores do compositor, sem no entanto deixar a veia temperamental e lírica que havia de o caracterizar para sempre.
Programa
Antonin Dvorák: Sinfonia 7 em ré menor, op.70
Frédéric Chopin: Concerto para piano e orquestra nº. 2 em fá menor, op. 21
Antonio di Cristofano piano
José Ferreira Lobo direção
Maiores de 4
2009 © Design Martino&JañaDesign | Programação Webprodz | Optimizado para resoluções superiores a 1280x800