/ Sinopse
/ informação adicional
/ voltar
Preços com desconto (c/d)
Cartão Jovem, Menores de 30 anos e Estudantes
Cartão Municipal de Idoso, Reformados e Maiores de 65 anos
Cartão Municipal das Pessoas com Deficiência; Deficientes e Acompanhante

Cartão Quadrilátero Cultural_desconto 50%
Sábado, 29 Outubro | 21h30
Teatro | Grande Auditório
Um Inimigo do Povo
Tonán Quito
“Um Inimigo do Povo” é um retrato da tensão existente entre o indivíduo e o coletivo, entre a verdade individual e a hipocrisia do coletivo, e a escolha que temos que fazer entre uma e outra, por vezes manipulados pela imprensa e pelo poder.
Em “Um Inimigo do Povo” (1882), o autor Henrik Ibsen expõe, de uma forma direta e crua, a rutura de um homem que descobre uma verdade e, confrontando-a com a cidade, apercebe-se de que esta, manipulada pela imprensa e pelo poder, prefere viver na mentira. Discussões familiares, corrupção, manipulação política, assembleias populares e apedrejamentos, tudo isto acontece quando o Dr. Stockmann, no início da peça, descobre que as águas da estância balnear (fonte de receitas da cidade) estão infetadas. No fim, descobre também que a própria cidade está podre e, mesmo sendo expulso, insiste em ficar para “educar” a sociedade, acreditando que, um dia, os cidadãos podem vir a ser melhores: como indivíduos e como coletivo. Será que isso é possível? Será que cada cidadão é livre na democracia em que participa? Quem tem o poder?
Autor Henrik Ibsen
Tradução Francis Aubert, edições Cotovia, 2008
Direção Artística Tónan Quito
Versão cénica e interpretação Filipa Matta, Isabel Abreu, João Pedro Vaz, Pedro Gil, Jorge Andrade (em substituição do Miguel Loureiro), Tónan Quito
Cenografia F. Ribeiro
Desenho de Luz Daniel Worm
Figurinos José António Tenente
Produção HomemBala
Maiores de 12
2009 © Design Martino&JañaDesign | Programação Webprodz | Optimizado para resoluções superiores a 1280x800