/ Sinopse
/ informação adicional
/ imagens
/ voltar
Sexta, 1 Setembro | 21h30 a Sábado, 2 Setembro | 21h30
Música | Outros Locais
Manta 2017
Ano ímpar. Edição ímpar. O Manta chega aos 11 anos de existência mantendo a sua missão intacta: convocar todas as gerações para um só lugar, o jardim do Centro Cultural Vila Flor, vivenciando arte e cultura.
Ao ultrapassar uma marca temporal significativa, decidimos, nesta edição, evocar a memória e o fator longevidade do Manta, como linhas orientadoras para a constituição do elenco que marcará mais um momento de celebração serena do regresso à cidade e abertura da nova temporada. No palco, encontraremos artistas da nova geração com caráter autoral forte, a par de outros já estabelecidos que dispensam qualquer apresentação. Em comum têm entre si o fator “mundo”, isto é, a circulação internacional e a propagação da sua música num contexto universal. De resto, é cada vez mais isso que Guimarães celebra na relva ao primeiro fim de semana de setembro: o cosmopolitismo através da música.
Sobre a memória e a longevidade diremos então que fazer regressar os Dead Combo – 10 anos depois da sua presença na 1ª edição do Manta – é não só especial mas também importante, porque o próprio tempo parece assim validar o olhar artístico criterioso que sempre procuramos manter na forma de pensar a programação. Se acrescentarmos como bónus, a abrir a noite, a atuação da guitarrista e cantora Lula Pena – artista inconfundível e de escassa aparição no país – poderemos talvez perspetivar um momento de rara beleza no jardim do CCVF.
Antes dos consagrados, voz aos novos protagonistas: Noiserv e Lydia Ainsworth. Propostas que nos apresentam a música pop na sua forma mais contemplativa. E se o encantatório universo de David Santos já nos é um pouco familiar – vibração que faz todo o sentido no Manta – já a canadiana Lydia Ainsworth, que tocará em trio, poderá desvendar por que razão a sua carreira vai ganhando um fulgor internacional cada vez maior. Apontada pela imprensa musical como um cruzamento entre Bat For Lashes e Lana Del Rey, Lydia, com o seu novo álbum “Darling of the Afterglow”, prova que é muito mais que isso.
O Manta… o Manta… é aqui que tudo sempre (re)começa para todos nós, não é?

Todas as idades

2009 © Design Martino&JañaDesign | Programação Webprodz | Optimizado para resoluções superiores a 1280x800