/ Sinopse
/ informação adicional
/ voltar
Sábado, 9 Junho | 22h00
Teatro | Pequeno Auditório
[Homem-Legenda]
Barba Azul

[Homem-Legenda] é um one man show com um Homem e uma Legenda que interagem entre si e com o espectador, dramatizando conflitos num ensaio acerca de auto-conhecimento e identidade. Um espectáculo divertido, provocador, subtil, irónico e exorcisante. Um actor-personagem que pensa: quem sou? Até onde é possível conhecer-me? Tudo se resume ao sexo e à infância? E se fosse possível aceder ao meu inconsciente? Eu sou o que quero ser ou o que é socialmente suposto que eu seja? Sou eu "tudo" sob determinado ponto de vista? O que é que o meu exterior revela do meu interior? A minha "alma gémea" é me semelhante ou oposta? Porque me minto a mim mesmo? Porque não me assumo? Tenho que pedir desculpa pelo que inevitavelmente sou? E se fosse possível deitar cá para fora, de uma vez por todas, tudo o que me vai na cabeça?

Pedro Carmo dá voz a Ricardo, um homem comum, de 34 anos, consultor numa multinacional, com medo de assumir a sua identidade e compromissos.
Através do diálogo entre a personagem e uma voz, a das legendas projectadas, o espectáculo pretende, acima de tudo, fazer as pessoas questionarem-se sobre coisas aparentemente inúteis.

Criação e direcção artística Pedro Gil, Co-criação Diogo Mesquita, Interpretação Pedro Carmo, Concepção Plástica Pedro Silva, Som Sérgio Milhano, Assistência de direcção Rosinda Costa, Design Gráfico André Lima 
Produção Fundação Calouste Gulbenkian, Centro de Arte Moderna - Programa Criatividade e Criação Artística 
Produção executiva Barba Azul, Criação Teatral, Apoio (residência) Lugar Comum, Fábrica da Pólvora
Estreia no Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian a 24 de Junho de 2005
Maiores de 16 anos

2009 © Design Martino&JañaDesign | Programação Webprodz | Optimizado para resoluções superiores a 1280x800