/ Sinopse
/ informação adicional
/ voltar
Sexta, 9 Novembro | 22h00
Música | Grande Auditório
Ravi Coltrane Quartet

Ravi Coltrane é filho de duas grandes figuras do jazz, o saxofonista John Coltrane e a pianista e harpista Alice Coltrane - que escolheram o nome Ravi em homenagem a outro lendário músico, o citarista indiano Ravi Shankar. Ravi Coltrane nasceu em 1965 em Long Island, mas foi criado na zona de Los Angeles. Enquanto frequentava o colégio, começou a tocar clarinete mas, em 1986, quando entrou no Califórnia Institute of the Arts decidiu estudar saxofone. Em 1991 começa a tocar com Elvin Jones, o reconhecido baterista do grupo de John Coltrane da década de 60 e, um ano depois, junta-se a nomes como Jack DeJohnnette, Rashied Ali, Wallace Roney, Antoine Roney, Geri Allen, Kenny Barron, Cindy Blackman, Joe Lovano, Joanne Brackeen, Gerry Gibbs, Graham Haynes e Steve Coleman. Em 1997, após mais de 30 gravações como sideman, entra em estúdio pela primeira vez como líder. O seu primeiro disco "Moving Pictures" foi considerado uma estreia equilibrada que levou Ravi a formar o seu primeiro grupo com Andy Milne (no piano), Daryl Hall (no contrabaixo) e Steve Hass (na bateria). O seu segundo álbum "From the Round Box" foi lançado em 2000. O disco foi recebido calorosamente pelos críticos ao revelar uma maior maturidade, através da utilização equilibrada de covers esotéricos e temas originais apelativos. Seguiram-se os discos "Legacy" - uma compilação temática da carreira do pai para a Verve - uma re-edição de "Love Supreme" e "Mad 6". Em 2004, grava o álbum "Translinear Light", na Impulse, que conta com a presença da mãe Alice Coltrane e dos convidados Charlie Haden, Jack Dejohnette, James Genus, Jeff Watts, Oran Coltrane, entre outros. Em Fevereiro de 2005 lança o seu quarto álbum, "In Flux", na editora Savoy Jazz. O grupo presente na gravação - Luís Perdomo (piano), Drew Guess (contrabaixo) e E.J. Strickland (bateria) - será o seu núcleo de músicos preferidos, com os quais desenvolverá o seu trabalho a partir de 2003. A propósito do disco "In Flux", o crítico do New York Times, Ben Ratliff, escreve: "Coltrane evita as estruturas já cansadas e não quer aborrecer o seu público. Por um lado, está fascinado pelas miniaturas e, por outro lado, pela ideia de canções mais compridas que parecem uma improvisação colectiva desde o princípio ao fim. Este é um álbum a que se pode apontar o dedo e dizer: É mesmo isto, o som do jazz em Nova Iorque, neste momento."


www.ravicoltrane.com
www.myspace.com/ravicoltrane

Ravi Coltrane Saxofone
Drew Gress Contrabaixo
Luís Perdomo Piano
EJ. Strickland Bateria

2009 © Design Martino&JañaDesign | Programação Webprodz | Optimizado para resoluções superiores a 1280x800