COMPRAR BILHETES
12,12 EUR
/ Sinopse
/ informação adicional
/ imagens
/ voltar
Domingo, 17 Setembro | 21h30
Teatro | Grande Auditório
Moeder (Mãe) | Peeping Tom
12º Aniversário do CCVF
O Centro Cultural Vila Flor celebra o seu 12º aniversário com um espetáculo verdadeiramente marcante, que assinala também o regresso a Guimarães da conceituada companhia belga Peeping Tom.
“Moeder” (Mãe) é a segunda parte de uma trilogia que se iniciou com “Vader” (Pai), em 2014, e que continuará com “Kinderen” (Filhos), em 2019. Na data de celebração de mais um aniversário do CCVF, a consagrada companhia belga Peeping Tom regressa a Guimarães para nos brindar com um espetáculo “absolutamente fora de série”, segundo a crítica internacional. Se, agora, vamos poder ver “Moeder”, em 2018 fica já a promessa de assistirmos a “Vader”, a primeira criação deste tríptico de peças. Num espaço cénico hiper-realista, “Moeder” cruza o teatro, a dança e o cinema, para nos levar numa viagem à condição humana. A peça cria conexões que inundam o limite entre sofrimento, luto e festejo, entre manter ou deixar ir, estrutura e loucura. Passado, presente e futuro tentam desesperadamente aguentar o tempo cíclico de um arquétipo da natureza humana: a figura da mãe.
 
A NÃO PERDER!
 
Os bilhetes para este espetáculo podem ser adquiridos pelo valor de 12,12 euros, numa alusão ao 12º aniversário do CCVF.
Produção Peeping Tom Encenação Gabriela Carrizo Assistência à Encenação e Dramaturgia Frank Chartier Criação e performance Eurudike De Beul, Maria Carolina Vieira, Marie Gyselbrecht, Brandon Lagaert, Hun-Mok Jung, Yi-Chun Liu, Simon Versnel, Charlotte Clamens Assistência artística Diane Fourdrignier Composição sonora e arranjos Raphaëlle Latini, Renaud Crols, Glenn Vervliet, Peeping Tom Mistura sonora Yannick Willox, Peeping Tom Desenho de luz Giacomo Gorini, Amber Vandenhoeck Design de guarda-roupa Diane Fourdrignier, Kristof Van Hoorde (estágio), Peeping Tom Cenografia Amber Vandenhoeck, Peeping Tom Construção de cenários KVS-atelier, Peeping Tom Direção técnica Filip Timmerman Técnico de luz Amber Vandenhoeck Técnico de som Hjorvar Rognvaldsson Ensaios vídeo Sulok Swablamban (estágio), Gaspard Rozenwajn  Foley Coach Elias Vervecken Manager de produção Anastasia Tchernokondratenko Manager de digressão Lulu Tikovsky Manager da companhia Quentin Legrand Comunicação e imprensa Sébastien Parizel Coprodução Theater im Pfalzbau (Ludwigshafen), Taipei Performing Arts Center (Taipei), KVS – Koninklijke Vlaamse Schouwburg  (Bruxelas), Grec  Festival  de  Barcelona / Mercat de les Flors (Barcelona), HELLERAU - European Center for the Arts Dresden, Les Théâtres de la Ville de Luxembourg, Maison de la Culture de Bourges,  La Rose des Vents (Villeneuve-d`Ascq), Festival Aperto/Fondazione I Teatri (Reggio Emilia), La Bâtie Festival de Genève Apoio Autoridades Flamengas Distribuição Frans Brood Productions
Moeder é apoiado pelo Theater im Pfalzbau (Ludwigshafen, Alemanha) e Taipei Performing Arts Center (Taiwan), parceiros chave na trilogia Vader, Moeder, Kinderen.
A Peeping Tom agradece a Alexandre Obolensky,  Jean-Philippe Altenloh, Romy Beni, Heidi Ehrhart, Ina Peeters, Elias Vervecken, François Heuse, Theater Froe Froe
Duração 1h30 min. s/intervalo
Maiores de 14
2009 © Design Martino&JañaDesign | Programação Webprodz | Optimizado para resoluções superiores a 1280x800