GUIdance
Westway LAB
Festivais Gil Vicente
Festas da Cidade e Gualterianas
GUIdance
Westway LAB
Festivais Gil Vicente
Festas da Cidade e Gualterianas
GUIdance
Westway LAB
Festivais Gil Vicente
Festas da Cidade e Gualterianas
menu logo
menu logo
menu logo
main logo
menu logo
menu logo sem link
menu logo
site atual logo
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Black Box

DOMINGO 10 NOVEMBRO, 21H30

Porta Jazz/Guimarães Jazz
Miguel Moreira, Lucien Dubuis, Mário Costa, Rui Rodrigues, Valter Fernandes

Em 2019, a proposta de residência integrada na parceria entre o Guimarães Jazz e a associação Porta-Jazz englobará a colaboração entre dois músicos importantes do jazz português da última década – o guitarrista Miguel Moreira e o baterista Mário Costa –, o saxofonista e clarinetista suíço Lucien Dubuis – um músico importante da cena avant-garde jazzística europeia – e o bailarino Valter Fernandes. Este ano, no centro deste projeto de natureza multidisciplinar, e baseado num princípio de interseção e influência mútua entre diferentes linguagens artísticas, estará a relação entre o jazz e a dança e será, tal como nas edições anteriores, gravado e editado pela Porta-Jazz.

Miguel Moreira é, atualmente, um dos mais destacados guitarristas da cena musical portuguesa, em razão de uma atividade prolífica que o levou a colaborar com músicos importantes do jazz português e internacional, como Mário Santos, José Pedro Coelho ou, mais recentemente, com Chris Cheek e João Mortágua, bem como com formações de música contemporânea (o grupo Drumming de Miquel Bernat e o Remix Ensemble) e artistas da música popular tais como Sérgio Godinho e Manuela Azevedo.
Mário Costa é um dos bateristas mais proeminentes que surgiram no panorama jazzístico português nos últimos dez anos, resultado de um trabalho multifacetado que inclui colaborações com nomes tão diferentes da música contemporânea portuguesa e internacional como o contrabaixista Hugo Carvalhais, o saxofonista Tim Berne, o baterista Chris Corsano e a fadista Ana Moura. Do seu trabalho recente, é importante destacar o projeto sFumato, em que Mário Costa surge ao lado de Michel Portal, Joachim Künh e Émile Parisien.
Lucien Dubuis é um músico e compositor suíço com uma atividade relevante no circuito europeu da música improvisada e do jazz de tendência vanguardista. Um instrumentista versátil e um compositor ousado e prolífico, Dubuis apresenta um historial de criação assinalável enquanto líder das suas formações e em colaboração com figuras notáveis da música contemporânea como Marc Ribot (com quem gravou em trio), Alfred Vogel ou Barry Guy.
Rui Rodrigues é membro fundador do grupo Drumming – Grupo de Percussão, sob direção artística de Miquel Bernat, e colaborou como músico convidado e solista com várias orquestras e formações de música clássica e contemporânea. O seu crescente interesse por improvisação e composição proporcionou o aparecimento de projetos ligados a outras áreas artísticas como a poesia, a dança, o teatro, a imagem e o novo circo.
Valter Fernandes é um bailarino e coreógrafo que tem vindo a fazer, nos últimos dez anos, um percurso ascendente na dança contemporânea, trabalhando ao lado de nomes de referência desta disciplina artística como Victor Hugo Pontes e Né Barros. O trabalho autoral deste autor é influenciado decisivamente pelo b-boying, uma expressão de dança urbana que marcou o início da relação de Valter Fernandes com a dança e que continua a manifestar-se nos temas e formas das suas obras enquanto coreógrafo.


APÓS O CONCERTO
LANÇAMENTO DO CD PORTA-JAZZ / GUIMARÃES JAZZ 2018

No final do concerto será lançado o disco resultante da edição de 2018 da residência Porta-Jazz / Guimarães Jazz, que foi liderada pelo pianista João Grilo.




Preço
7,50 eur / 5,00 eur c/d

COMPRAR

Assinatura do Festival
90,00 eur

COMPRAR

Maiores de 6

Miguel Moreira guitarra
Lucien Dubuis clarinete baixo
Mário Costa bateria
Rui Rodrigues percussão
Valter Fernandes coreografia e interpretação