Festivais Gil Vicente
Festas da Cidade e Gualterianas
Festivais Gil Vicente
Festas da Cidade e Gualterianas
Festivais Gil Vicente
Festas da Cidade e Gualterianas
A Oficina
Centro Cultural Vila Flor
Centro Internacional das Artes José de Guimarães
1. Casa da Memória de Guimarães
Centro de Criação de Candoso
Teatro Oficina
Educação e Mediação Cultural
Centro Cultural Vila Flor
A Oficina
Centro Internacional das Artes José de Guimarães
1. Casa da Memória de Guimarães
Centro de Criação de Candoso
Teatro Oficina
Educação e Mediação Cultural
2. Loja Oficina
2023.03.17 Corpo Clandestino
Grande Auditório Francisca Abreu

SEXTA 17 MARÇO, 21H30

Corpo Clandestino

Victor Hugo Pontes

“Corpo Clandestino” é um lugar de fala de sete intérpretes. Os corpos de Ana Afonso, Andreia, Gaya, Joãozinho, Mafalda, Paulo e Valter são veículos de identidade: produzem imagens que não se esquecem, dizem-nos coisas que talvez não pensássemos escutar. Em palco estão intérpretes cujos corpos não-normativos lançam o espectador, sem rede, numa paisagem poucas vezes vislumbrada – a de um corpo de baile configurado por oposição a classicismos e ideais. Esta criação de Victor Hugo Pontes repensa a normatividade dos corpos vigente até ao século XXI, propondo um caminho de comunicabilidade e partilha. A partir do momento em que o ponto de vista do espectador passa a ser coincidente com o ponto de vista dos intérpretes, torna-se indisputável que todos podemos ocupar e partilhar o mesmo mundo, por mais diferentes que sejam os corpos de cada um.

Espetáculo com audiodescrição.

2023.03.17 Corpo Clandestino

Um comentário adicional dirigido às pessoas com deficiência visual (cegas e com baixa visão) e que se refere à linguagem corporal, expressões e movimentos. Consiste num narrador que fala durante a apresentação, durante as pausas naturais do áudio, sobre o que está a acontecer (e que não é percetível através da audição).

Preço
10,00 eur / 7,50 eur c/d

COMPRAR

Maiores de 12

Direção Artística Victor Hugo Pontes

Cenografia F. Ribeiro

Música Joana Gama e Luís Fernandes

Direção Técnica e Desenho de Luz Wilma Moutinho

Figurinos Cristina Cunha e Victor Hugo Pontes

Interpretação Ana Afonso Lourenço, Andreia Miguel, Gaya de Medeiros, Joãozinho da Costa, Mafalda Ferreira, Paulo Azevedo e Valter Fernandes

Assistente de Direção Ángela Diaz Quintela

Desenho de som Rafael Maia e Kiko Rurelas

Consultoria artística Madalena Alfaia

Direção de Produção Joana Ventura

Produção Executiva Mariana Lourenço

Assistência de Produção Inês Guedes Pereira

Apoio à residência CRL - Central Elétrica, O Espaço do Tempo, Rota Clandestina | Município de Setúbal, Teatro Municipal do Porto . Campo Alegre

Coprodução Nome Próprio, A Oficina/Centro Cultural Vila Flor, Centro de Arte de Ovar, Rota Clandestina | Município de Setúbal, Teatro José Lúcio da Silva, Teatro Municipal do Porto, Théâtre de Liège e Theatro Circo

Agradecimentos Teatro Nacional São João


A Nome Próprio é uma estrutura residente no Teatro Campo Alegre, no âmbito do programa Teatro em Campo Aberto e tem o apoio da República Portuguesa - Cultura / Direção-Geral das Artes

_

Duração 1h20min.
Fotografia Estelle Valente

Website desenvolvido por Bondhabits.
Agência de marketing digital e desenvolvimento de websites e desenvolvimento de apps mobile