Festivais Gil Vicente
Festas da Cidade e Gualterianas
Festivais Gil Vicente
Festas da Cidade e Gualterianas
Festivais Gil Vicente
Festas da Cidade e Gualterianas
menu logo
main logo
menu logo
menu logo
menu logo
menu logo
menu logo
site atual logo
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Grande Auditório Francisca Abreu

SÁBADO 19 MARÇO, 21H30

Os Três Irmãos

Victor Hugo Pontes

Victor Hugo Pontes coloca em cena três bailarinos imaginados pelo escritor Gonçalo M. Tavares para esta nova criação. Abelard, Adler e Hadrian são “Os Três Irmãos”: quando se encontram naquele não-lugar, procuram o rasto dos seus pais, marcam a giz a sua ausência, lavam-se, comem juntos à mesa, carregam os corpos uns dos outros em sacrifício ritualizado, carregam-se aos ombros, vivem em fuga, praticam o jogo perigoso do encontro com o passado. Abelard, Adler e Hadrian tentam fazer a sua ligação à terra e sobreviver à existência uns dos outros, mesmo se esta houver sido esburacada a berbequim, enrodilhada numa trouxa de roupa, transportada num carrinho de mão.

Espetáculo com audiodescrição (AD) e interpretação em Língua Gestual Portuguesa (LGP)

Image
Image



A língua através da qual grande parte da comunidade surda em Portugal (cerca de 30.000 pessoas) comunica entre si. A expressão "língua gestual" refere-se à língua materna de uma comunidade de surdos. As línguas gestuais são línguas naturais, que surgem e se desenvolvem naturalmente, como as línguas orais. É produzida pelos movimentos das mãos, do corpo e por expressões faciais.



Image



Um comentário adicional dirigido às pessoas com deficiência visual (cegas e com baixa visão) e que se refere à linguagem corporal, expressões e movimentos. Consiste num narrador que fala durante a apresentação, durante as pausas naturais do áudio, sobre o que está a acontecer (e que não é percetível através da audição).



Preço
10,00 eur / 7,50 eur c/d

COMPRAR

No âmbito da Resolução de Conselho de Ministros Nº 25-A/2022, de 18 de fevereiro, no acesso a espetáculos é obrigatório o uso de máscara.

 

Para mais informações, contacte-nos através:

253 424 700 / bilheteira@aoficina.pt

Maiores de 12

Direção artística Victor Hugo Pontes

Texto original Gonçalo M. Tavares

Interpretação Dinis Duarte, Paulo Mota e Valter Fernandes

Música original Joana Gama e Luís Fernandes

Cenografia F. Ribeiro

Desenho de luz e direção técnica Wilma Moutinho

Figurinos Cristina Cunha e Victor Hugo Pontes

Consultoria artística Madalena Alfaia

Direção de Produção Joana Ventura

Produção executiva Mariana Lourenço

Apoio à residência O Espaço do Tempo, Circolando, Instável - Centro Coreográfico e A Oficina

Coprodução Nome Próprio, Casa das Artes de VN Famalicão, Cineteatro Louletano, São Luiz Teatro Municipal, Teatro Municipal do Porto, Teatro Viriato

A Nome Próprio é uma estrutura residente no Teatro Campo Alegre, no âmbito do programa Teatro em Campo Aberto e tem o apoio da República Portuguesa - Ministério da Cultura / Direcção-Geral das Artes

_

Duração 90 min.